X

Usa o carro para trabalhar? Confira essas 7 dicas antes de comprar um seminovo

Natália 26 de Abril de 2021

Usa o carro para trabalhar? Confira essas 7 dicas antes de comprar um seminovo


O Historicar destacou os alertas mais importantes para aqueles que acabam optando por adquirir veículos com até 3 anos de uso para circular a trabalho

 

  Muitos brasileiros estão optando pelo carro seminovo na hora de adquirir um veículo para usá-lo como ferramenta principal de trabalho. Seja como motorista de aplicativo, realizando entrega de encomendas ou outro tipo de ofício nas ruas, esse profissional precisa ter atenção redobrada no momento da compra, já que não há espaço para errar. Você depende desse veículo para gerar a sua renda e ele não pode ser um problema depois que estiver na garagem. Por isso, o Historicar separou 7 dicas para levar em conta no momento de comprar um seminovo.

 

Pneus

 Foco no desgaste dos pneus. Verifique a situação deles, confirme se o alinhamento do veículo já foi realizado, assim como o rodízio e se você vai precisar fazer algum tipo de substituição imediata.

 

Luzes

 Você precisa dos símbolos e luzes do painel funcionando perfeitamente para garantir informação e segurança na hora de dirigir e realizar o seu trabalho. Faça o teste e veja se todas as funções do painel funcionam de maneira correta. Aproveite o momento e faça a checagem também da luz alta, luz baixa, lanternas, setas e luz do freio.

 

Óleo e motor

 O bom funcionamento do seu seminovo depende muito do óleo do motor, já que ele está relacionado com a estabilidade na temperatura do motor e diminuição do atrito entre as peças do veículo. Fique em alerta se o óleo lubrificante estiver viscoso demais, pois é justamente isso que irá gerar maior atrito entre as peças. Na prática, esse problema prejudica a vida útil do carro e o desempenho do motor, e faz com que o consumo de combustível seja maior.

 E atenção redobrada com o motor: os ruídos são os alertas de que algo está errado. Então, se identificar barulho alto ou se o motor engasgar, é melhor suspender a compra.

 

Freios e amortecedores

Verifique também se há vazamento no veículo. Atente aos discos, pastilhas e fluídos do automóvel. Preste atenção à estabilidade do veículo garantindo que freios e amortecedores estejam em dia.

 

Líquido de arrefecimento

 Esse líquido não pode estar escurecido - e mantenha o hábito de checar a cor do líquido frequentemente. A substituição do líquido de arrefecimento precisa acontecer a cada dois anos de uso do veículo ou então ao atingir 70 mil quilômetros rodados.

 

Peça a ajuda de um mecânico de confiança

 Além de fazer a checagem dos pontos acima, em uma inspeção caprichada, passando também por funilaria, pintura, estofamento e muito mais, tente, também, contar com a palavra de um especialista.

 Você não precisa deixar de ser um comprador detalhista e cuidadoso, até porque dependerá desse veículo para lucrar no dia a dia, mas, se puder, consulte um mecânico de confiança. Ele terá o olhar único que só um profissional capacitado pode garantir.

 

Consulte o passado do veículo

 Tão importante quanto a apresentação, o rastreamento de informações desse carro são fundamentais para ter a certeza sobre a sua regularização. Consultar o histórico de um veículo significa ter acesso às suas possíveis pendências, como envolvimento em acidentes de trânsito, B.O. de roubo e furto, recall, gravames, restrição judicial no Denatran, dentre outras informações.

 Ter a história de um veículo na sua mão é fundamental para não enfrentar surpresas sobre o que já aconteceu com esse carro - e possíveis situações que podem “respingar” em você. Todas as fases de checagem sobre o seminovo exigem muita atenção e transparência, especialmente no momento de procurar pelo passado do veículo.

Envie-nos suas dúvidas e sugestões através do formulário abaixo.



Tags:

Autor:
Natália

Next Post

Próximo Post

Por que a venda de carros seminovos está em alta no Brasil?

26 de Abril de 2021

Posts relacionados