Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

ENTRAR

CADASTRAR-SE

X

Ei, você aí!
Que tal um
descontão na
sua consulta?

HISTORICAR10

É muito simples, basta colocar o código acima na caixa de cupom
localizada na tela de confirmação da placa. Obs: É apenas um uso por usuário.
X promodal Historicar promodal Historicar
X
X

Criar sua conta

Dados obrigatórios para pessoa jurídica:

Ao se cadastrar você está aceitando
os termos de uso.

CADASTRAR-SE

ou

CADASTRO COM GOOGLE Já é cadastrado? Clique aqui.
X

Recuperar Senha

ENVIAR
X

Termos de Uso

X

Exemplo da Consulta Completa Historicar

Tanque de combustível muito cheio pode danificar o veículo

28 de Agosto de 2020
  • Início
  • Blog do Historicar
  • Tanque de combustível muito cheio pode danificar o veículo
  •  Nós sabemos que rodar com o veículo com combustível constantemente na reserva é prejudicial, mas você sabia que encher o tanque até seu limite também pode trazer sérios problemas?

     Muitas vezes, ao abastecer um veículo, depois que o combustível chega ao limite do tanque, a própria bomba trava, mas o frentista coloca um pouco mais de gasolina ou etanol, em geral, para “arredondar” o valor a ser pago. Essa “forçação de barra” pode danificar uma peça chamada cânister, que fica localizada entre o tanque de combustível e a admissão do motor. Sua função é filtrar vapores, para reduzir os gases prejudiciais que são emitidos pelo veículo.

     Quando o combustível ultrapassar o limite indicado no manual, poderá inundar o cânister. Com o cânister inundado, além dessa importante filtragem não acontecer, o combustível pode fazer com que os carvões desse componente se desprendam, danificando outros itens mecânicos.

     A prevenção é simples: basta pedir ao frentista para não continuar enchendo o tanque após o travamento automático da bomba de combustível.

     Na dúvida, vale conferir no manual do proprietário, a capacidade máxima em que o tanque pode ser abastecido. Geralmente, esse limite é 10% inferior à real capacidade do tanque.

    • HISTORICAR
    • Dicas
    • Manutenção

      Posts Relacionados

    • Entenda tudo sobre RECALL

      A maioria das pessoas já devem ter visto um anúncio na TV falando sobre uma chamada de “RECALL” de um certo tipo de veículo. Este chamado nada mais é que a montadora p...

      Ler mais
    • A revolução dos carros elétricos

      Grande parte das pessoas já ouviram em comentários ou noticiários sobre a proibição dos veículos movidos a combustão no futuro, e...

      Ler mais
    • Saiba o que muda nas Placas Mercosul

      Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do Mercosul em todos os estados do país. O prazo atende ao estip...

      Ler mais