Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

ENTRAR

CADASTRAR-SE

X

Ei, você aí!
Que tal um
descontão na
sua consulta?

HISTORICAR10

É muito simples, basta colocar o código acima na caixa de cupom
localizada na tela de confirmação da placa.
X

Acesse sua conta

X

Criar sua conta

Ao se cadastrar você está aceitando
os termos de uso.

CADASTRAR-SE Já é cadastrado? Clique aqui.
X

Recuperar Senha

ENVIAR
X

Termos de Uso

X

Exemplo da Consulta Completa Historicar

24/10/19

Saiba se veículo de leilão é um problema

  • Início
  • Blog do Historicar
  • Saiba se veículo de leilão é um problema
  •  Certamente se você está procurando um veículo novo, já deve ter visto alguns comentários ou dicas sobre adquiri-los em leilão até porque os veículos anunciados chegam até 40% da tabela FIPE e podem estar em boas condições. Assim como existem carros de bom estado, há também aqueles que não estão, e é por isso que você deve se atentar as informações sobre ele no lote.
     Leilão é um caso que pode ser tanto vantajoso quanto pode não ser um bom negócio e além do mais, existem algumas modalidades (origem) diferentes na qual o veículo está sendo leiloado.

    PERDA TOTAL

     Para entender melhor, um automóvel pode ser leiloado por ter sido sinistrado tendo perda total (custo de conserto maior que 75% do valor do carro) por exemplo. Neste caso, o antigo proprietário recebe uma indenização da seguradora e a mesma envia o veículo para leilão.
     Quem compra um veículo de perda total, geralmente são estabelecimentos de ferro velho ou desmanches que custeiam as peças para reaproveitar em outro veículo ou revendê-las. O problema do reaproveitamento em outro veículo, é que talvez o serviço possa não ser bem feito antes de repassar o carro novamente, então é bom ficar atento.

    INADIMPLÊNCIA

     Há também veículos disponíveis em leilão que foram financiados e o antigo proprietário não conseguiu arcar com as prestações. Em razão disso, a instituição financeira retoma o bem e libera o mesmo para lances. Estas ofertas têm mais chances de serem veículos conservados sem grandes defeitos, porém é sempre bom verificar com algum mecânico na checagem do automóvel, para saber se o antigo dono não trocou nenhuma peça original por outra de segunda mão, já que até então, estava ciente de que teria o carro retido em breve.

    VEÍCULOS 0KM

     Por fim, temos os veículos que saíram de fábrica e no transporte para as concessionárias acabaram sendo avariados e então os danos podem ser tanto superficiais, quanto severos. Por exemplo, um amassado ou um conserto de funilaria ou até mesmo a cegonha ter colidido em algum lugar afetando gravemente algum veículo.  


    COMO FUNCIONA UM LEILÃO?

     Se você se interessou por participar desse processo, saiba que um leilão pode ser online também e não só comparecendo ao evento. Em ambas as operações, você não pode ligar o veículo ou fazer um test-drive. É de fato uma compra no escuro. Você recebe as informações sobre carro no lote, como por exemplo, se o veículo tem avarias de pequena, média e grande monta. Se você estiver no local, poderá ver o carro de perto, ver o motor, a lataria, mas somente a parte visível. A parte eletrônica como motor, se tem alertas no painel por exemplo, não poderão ser verificadas.
     Vale lembrar também que um veículo arrematado fica de total responsabilidade do novo proprietário, para todo e qualquer problema que o carro já tiver e possa ter, sem garantias, trocas ou devolução do mesmo. 

     Digamos então que foi dado o lance vencedor, ou seja, fez a maior oferta pelo veículo, o veículo é seu e os pagamentos só podem ser à vista. Caso esse pagamento tenha sido parcial e não cheio (valor total do lance), o comprador terá seu nome no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e Serasa, além de receber uma multa à casa de leilões.
     Feito a finalização da compra do veículo, o mesmo terá assinado um termo de recebimento e fará o processo comum de transferência do carro junto ao departamento de trânsito. Além do pagamento do lance, o comprador deverá pagar comissão ao leiloeiro de 5% sobre o valor total pago e uma taxa de despesa administrativa.
     
     Para finalizar, vimos que comprar um veículo de leilão pode ser uma grande furada ou pode até ser um bom negócio. Porém os riscos são bem altos e devem ser bem avaliados.
     O ideal é que se está começando agora, vá acompanhado de alguém que frequente ou um mecânico de confiança. Se você quer saber mais informações sobre esse carro antes de dar o seu lance, como por exemplo, se ele já foi roubado alguma vez ou sinistrado, basta realizar uma consulta sobre o histórico dele aqui. Quanto mais informações tiver, mais chances de fazer um excelente negócio você vai ter.

    • HISTORICAR
    • Leilão de veículos
    • Leilão
    • Dicas

    Compartilhar:

      Posts Relacionados

    • Pesquisa Detran X Pesquisa Historicar

      O QUE APARECE NO SITE DO DETRAN?

       Certamente se você anda procurando informa&ccedi...

      Ler mais
    • Como parcelar as multas de trânsito

       Nos últimos anos o valor das multas de trânsito tem aumentado muito, o que fez com que houvesse um grande número de dívidas não pagas. A novidade é que é...

      Ler mais
    • O que é o chassi do carro e sua numeração

       O chassi é sem dúvidas uma das partes mais importantes do carro. É como uma espinha dorsal do veículo sem a carroceria, onde todos os seus componentes como ...

      Ler mais