Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

Historicar, pesquise pela placa todo o histórico do veículo.

ENTRAR

CADASTRAR-SE

X

Ei, você aí!
Que tal um
descontão na
sua consulta?

HISTORICAR10

É muito simples, basta colocar o código acima na caixa de cupom
localizada na tela de confirmação da placa.
X

Acesse sua conta

X

Criar sua conta

Ao se cadastrar você está aceitando
os termos de uso.

CADASTRAR-SE Já é cadastrado? Clique aqui.
X

Recuperar Senha

ENVIAR
X

Termos de Uso

X

Exemplo da Consulta Completa Historicar

26/11/19

Mitos na compra do veículo seminovo

  • Início
  • Blog do Historicar
  • Mitos na compra do veículo seminovo
  •  Quando o assunto é comprar um carro seminovo, escutamos diversas opiniões e sugestões que podem ser verdade ou não. Por isso, separamos alguns mitos para ajudar você a decidir a melhor compra.

    #1 Veículo de proprietário único vale a pena
     A primeira delas, é sem dúvida, que o carro que teve um único dono é a melhor opção. A diferença é que teve uma pessoa somente que utilizou o veículo, mas não quer dizer que este proprietário fez um bom uso dele. Existem diversas situações como ter sido sinistrado, ou danificado em enchente, problemas mecânicos, etc. A atenção deve ser redobrada para todos os veículos!

    #2 Carro de leilão é um problema
     Outro assunto bastante comentado é sobre o veículo ter passagem por leilão. Obviamente, quando o veículo é leiloado, algumas informações podem acabar sendo deixadas para trás, como a condição do veículo ou até mesmo o motivo. Isso deixa muitas vezes a dúvida sobre a qualidade e segurança do carro. Porém, o leilão não é feito somente para carros sinistrados, podem ser leiloados por não ter sido pago à financiadora e por isso, teve a apreensão do bem. Para saber se o veículo que está pesquisando teve passagem por leilão, acesse o Historicar e saiba esta e mais de 60 informações.

    #3 Carro de mulher é mais valorizado
     Os índices mostram que realmente as mulheres se envolvem em menos acidentes de trânsito e recebem menos autuações, pois são mais cuidadosas ao dirigir. O problema é que seguindo a mesma linha de raciocínio do proprietário único, isso não garante que o veículo esteja em boas condições ou melhores que outras opções.

    #4 Comprar carro parcelado com juros zero
     Em épocas de feirões principalmente, é muito comum ver anúncios das montadoras sobre “taxa de juros zero”. O problema é que na prática, não é bem assim. Essas ofertas são oferecidas quando a compra é em média 40% do valor do veículo de entrada e o restante dividido em 12x geralmente. O malabarismo é que existe uma taxa de IOF inclusa em qualquer operação de crédito no Brasil, então o seu financiamento terá juros sim; também poderá haver a Taxa de Cadastro (TC), que é uma tarifa cobrada no início do relacionamento do cliente com a instituição. O problema da TC são os valores, pois de acordo com o Banco Central, esse valor gira em torno de R$30,00 e para financiamentos, esse valor sobre para R$580,00 sem nenhuma razão, sendo cobrado até mesmo quando o cliente já possui conta no banco a ser financiado. Na dúvida, peça sempre o Custo Efetivo Total para analisar bem as condições e pesquisar entre os concorrentes.

    #5 Não vale a pena comprar carro de locadora
     Falando em carro de locadora, existe a percepção de que como é repassado por muitos motoristas no aluguel antes de ser vendido, ele passa a ser menos valorizado. Isso não necessariamente seja correto, pois os veículos de locadora são vistoriados constantemente, com revisões em dia e nas locadoras maiores, essas revisões são feitas em concessionárias. Como as empresas costumam renovar a sua frota todos os anos, os critérios para retirada da frota é atingir uma quilometragem geralmente entre 20 mil km e 50 mil km ou pelo tempo de uso do veículo, que seria de um ano.

    #6 Veículos com muitos acessórios são mais valorizados
     
    Não necessariamente incrementar um veículo com mídia ou outros acessórios pode converter em lucro, pois a maioria das vezes se dispõe de tempo e dinheiro e o valor acrescentado para revenda é praticamente o mesmo.
     Se você procurar um carro pelo critério da mídia por exemplo, dentre as opções, você vai pesquisar se os carros são econômicos, se estão com a documentação em dia etc., antes de fechar o negócio. Agora se pesquisar um modelo de carro “X” e encontrar dois veículos, um com acessórios e outro mais novo, você pode muito bem optar pelo carro mais novo ao invés do que possui mídia. Tudo vai depender da negociação de cada um.

    #7 Carros com quilometragem baixa são sempre um bom negócio
     
    Quando a oferta é boa demais, o santo desconfia! Você já deve ter ouvido essa frase antes, não é? Tudo deve ser avaliado, o valor da FIPE, as condições de funilaria, documentação, multas, tempo de fabricação etc. O grande vilão é a adulteração do hodômetro, onde um veículo que já teve seus 180 mil km rodados, passar a ter 10 mil km. Como dica rápida, verifique a funilaria do carro, o desgaste no volante ou pedal se está muito pesado. São itens de uso contínuo que se desgastam com o tempo, então não tem como um veículo novo ter desgaste, correto?

    Se você gostou da nossa matéria, fique por dentro de todas as dicas nos posts relacionados, abaixo.

    • HISTORICAR
    • Dicas
    • Seminovo

    Compartilhar:

      Posts Relacionados

    • Veja o que fazer se tiver o veículo clonado

       Você já se deparou com a seguinte situação: você está em casa e recebe uma infração de trânsito de um lugar que não faz parte da sua r...

      Ler mais
    • Carro seminovo tem garantia?

       Comprar um veículo seminovo gera muitas dúvidas, e a primeira coisa que vem a cabeça é: será que tenho garantia?
      Primeiramente, na hora da aqui...

      Ler mais
    • Você sabe qual o pneu certo na hora da reposição?

       Todos sabemos que pneus recebidos diretamente de fábrica, tem uma maior durabilidade do que os comprados posteriormente para substituí-los. Muitas vezes, vemos pneus com ...

      Ler mais