X

4 paixões que só quem é motociclista conhece

Arthur Moraes 20 de Outubro de 2020

4 paixões que só quem é motociclista conhece


Só os verdadeiros apaixonados por duas rodas são capazes de entender algumas coisas. O que outras pessoas podem considerar um incômodo ou uma dificuldade, os motociclistas veem como prazer.

 

Se você mal começou a ler este post e já está se identificando, continue a leitura para entender sobre o que estamos falando, as paixões de motociclista.

Pegar a estrada para uma longa viagem

Viagens mais curtas não deixam de ser interessantes, mas pegar a estrada para uma longa viagem desperta ainda mais paixão.

Uma viagem de moto abre muitas possibilidades, como sair do roteiro e conhecer lugares inesperados, cruzar fronteiras e vencer desafios. E você ainda tem a possibilidade de fazer isso sozinho, em uma viagem de autoconhecimento ou acompanhado, para poder curtir com os amigos.

Em alguns países na América do Sul, viagens com destino a Machu Picchu, ao Deserto do Atacama e à Cordilheira dos Andes têm atraído os amantes de motos. No Brasil, rotas como a da Estrada Real, a Rota do Sol (RN – 063, Natal) e a estrada Rio Santos são algumas das preferidas dos motociclistas.

O importante é que em todas elas, tanto no Brasil quanto em outros países na América do Sul, você pode desfrutar de paisagens maravilhosas, conhecer pessoas diferentes e não ter hora para parar. Tudo isso na melhor companhia, sua moto.

Sentir o vento no rosto

Sentir o vento no rosto é uma das principais paixões de motociclista. Mas não é só pelo vento em si, mas pela sensação de liberdade que este momento oferece.

Quando se pilota, é preciso ter um alto nível de atenção. O motociclista deve estar atento aos seus movimentos e, por isso, não há espaço para os pensamentos rotineiros, problemas com o trabalho e as obrigações do dia a dia.

Só há espaço para você, sua moto e o vento e, por isso, a atividade proporciona tamanha liberdade e sensação de bem-estar. Alguns pesquisadores já comparam a uma meditação.

Então, não se intimide, o vento no rosto faz bem à saúde.

Cuidar da moto nos finais de semana

Você passa a semana inteira trabalhando e o tempo para dar atenção à moto é muito pouco. Por isso, tudo o que o motociclista quer é que o fim de semana chegue para poder pilotar e também para cuidar dela.

A paixão do motociclista de dar atenção e se certificar de que ela está em perfeito estado é algo sagrado. Providenciar os reparos necessários, conferir os acessórios que estão faltando e dar aquele banho merecido não são nenhum esforço, pelo contrário, dão satisfação e alegria.

Todas as paixões de motociclista se tornam momentos para compartilhar histórias com os amigos

Você acordou cedo no fim de semana, deu aquela conferida para ver se estava tudo bem com a moto, pôs o pé na estrada, conferiu de novo e agora é hora de ir para casa e conversar sobre outras coisas, certo? Errado.

Depois de pilotar um dia inteiro, o que um apaixonado por moto mais quer é se reunir com os amigos em um point voltado especialmente para eles e conversar sobre suas motos e tudo o que aconteceu na estrada.

Cabe falar também sobre as novidades do mercado, as roupas e os acessórios mais apropriados, os cuidados que não podem faltar, os profissionais certos e tudo o que for importante para manter a moto impecável e a viagem perfeita.

Se você é um amante das motos,  entende bem o que estamos falando, certo? 

Gostou do post? Então aproveite para compartilhar com os amigos que vão se identificar também.

Envie-nos suas dúvidas e sugestões através do formulário abaixo.



Tags:

Autor:
Arthur Moraes

Next Post

Próximo Post

Tanque de combustível muito cheio pode danificar o veículo

20 de Outubro de 2020

Posts relacionados